Uma senha sera enviada para seu e-mail
Expectativa 2018 – matéria escrita em colaboração com Victor Aziago

2018 já chegou chegando! Com o começo de mais um ano, não há momento melhor para relembrar o que houve de melhor no ano que passou, e também, para já ir marcando nos nossos calendários as promessas deste ano que está chegando com tudo.

Depois de um dos melhores anos da indústria em muito tempo – em grande parte graças a impressionante estreia do Nintendo Switch temos um ano mais manso. 2018 não promete muita coisa, mas o que promete é bombástico. Pode se preparar para o retorno de franquias extremamente populares, como Kingdom Hearts, além de uma nova IP da empresa que conquistou o nosso prêmio de rancinho do ano, a EA.

Entretanto, apesar de já termos alguma ideia do que esperar da Playstation e do Xbox, pouco sabemos sobre os planos para 2018 da rainha Nintendo. Depois de um ano espetacular com Zelda, vencedor do The Game Awards, e Mario, além de vários jogos da Bethesda, a Nintendo precisa trazer novos jogos de peso para manter um bom momentum com o Switch. Para manter o seu reinado também em 2018, lançar Metroid Prime 4 antes da metade do ano e Pokémon no finalzinho seria a melhor aposta da empresa.

Enquanto um novo Nintendo Direct não vem para dar uma luz nos planos da Nintendo, vamos dar uma olhada nos jogos mais esperados do ano. E podem se preparar, porque vem coisa boa por aí!

God of War

Com o final definitivo de God of War III, de 2010, ficou difícil imaginar que rumos a franquia tomaria no futuro. Alguns anos depois, em 2013, tivemos God of War – Ascension, que mostrava o passado da saga greco-romana de Kratos, mas não poderíamos viver de prequels para sempre, e alguma mudança precisaria ser feita se a franquia fosse continuar. Por muito tempo, ficou esta dúvida se a franquia iria de fato continuar, mas eis que  em 2018 chegou a hora de jogar mais uma vez com Kratos no reboot da franquia simplesmente chamado God of War.

O jogo agora se inspira na mitologia nórdica e busca elementos de outra franquia de sucesso do Playstation, The Last of Us. Como em The Last of Us, teremos um foco em história e em relacionamentos nunca antes visto na franquia. O filho de Kratos desta vez está vivo e te acompanhará em sua jornada, trazendo uma nova dinâmica que se reflete não só na história, mas também no combate. Todo repaginado e com gráficos top de linha, não vemos a hora de poder jogar como Kratos mais uma vez. Para nossa sorte, God of War deve sair já em março para o PS4.

Red Dead Redemption 2

A saga de aventura no velho oeste finalmente retornará com uma nova história em 2018. Após o final trágico do primeiro jogo, Red Dead Redempetion 2 não segue a trama principal, nos conduzindo a jornada do fora-da-lei Arthur Morgan. Ao lado da gangue Van Der, já citada no jogo anterior, o bandido traçará seu caminho de tiros e sangue, no coração dos Estados Unidos. O roteiro do novo título parece possivelmente apresentar um prequel, o que pode acabar trazendo easter eggs de Red Dead Redemption, inclusive a aparição do protagonista John Marston. O que faz este jogo entrar na lista é o hype que a franquia carrega. O primeiro jogo, lançado em 2010,  trouxe inovação a um tema que até então nunca foi bem explorado no mercado de games, o western. Munido de um ótimo roteiro, jogabilidade inovadora e imersão fantástica, Red Dead Redemption foi comparado até com outros grandes jogos, recebendo o apelido de “GTA do Velho Oeste”. Cabe a sequência, após oito fucking anos, manter a qualidade e nos apresentar novidades revigorantes, que nos fará admirá-lo tanto quanto seu antecessor.

Darksiders 3

Foi bem desesperador descobrir logo depois do lançamento de Darksiders 2, em 2012, que a empresa responsável pelo jogo, a saudosa THQ, havia falido. A continuação da franquia era incerta e muitos já haviam perdido as esperanças quando em 2016 a Nordic Games anunciou que havia adquirido basicamente todos os direitos da THQ, passando a se chamar THQ Nordic. As coisas só melhoraram ano passado, quando foi confirmado que teríamos finalmente uma continuação para a franquia Darksiders e que agora jogaríamos com a primeira protagonista feminina da franquia, a Fúria.

Diferente do Morte, que vai contra o Conselho e tenta provar a inocência do irmão Guerra em Darksiders 2, Fúria está a serviço dele em Darksiders 3 e vai à Terra caçar e exterminar os sete pecados capitais. Com a nova protagonista, espere controles mais ágeis do que nunca. Sua arma é um chicote o que muda bastante o gameplay não só no combate, mas também nas sessões de plataforma. Assim como nos jogos anteriores da franquia, espere bastante elementos de RPG e uma jogabilidade fortemente baseada nos clássicos Zeldas 3D. Darksiders 3 chega em algum momento deste ano.

Kingdom Hearts 3

Olha, é inacreditável que eu esteja colocando este game finalmente numa lista de lançamentos do ano. Depois de Kingdom Hearts 2, em 2005, a franquia teve ainda muitos outros lançamentos nos portáteis, tanto nos da Sony, quanto nos da Nintendo. Mas somente em 2013 tivemos a confirmação de que um novo jogo para consoles de mesa estava em desenvolvimento. Desde então, ano após anos, os fãs tem sofrido na espera de qualquer detalhe que seja da conclusão da história de Sora e seus amigos pela luta contra o Mestre Xehanort. Parece que finalmente teremos a conclusão desta saga épica.

Em Kingdom Hearts 3, a maioria dos mundos da Disney serão inspirados em filmes inéditos na série, como Enrolados e Operação Big Hero. Parece que a equipe do jogo estará realmente utilizando todo o poder dos consoles de nova geração para recriar perfeitamente os filmes 3D da Disney em mundos de escala fenomenais, e os filmes da Pixar parecem estar nesta leva, com mundos de Toy Story e Monstros S/A. Parece que finalmente, depois de quase 16 anos de espera, os fãs da história mais longa e emocionante dos jogos terão uma conclusão épica em Kingdom Hearts 3. Vale lembrar que será o primeiro e único jogo da franquia a dar as caras em um console da Microsoft, isto significa que em algum momento deste ano, fãs do Xbox One e do PS4 poderão jogar a aventura final de Sora, Donald, Pateta e sua turma.

 

Anthem

Este daqui não se trata de nenhuma franquia esquecida pelo tempo ou de um reboot de uma grande marca, é algo totalmente novo mesmo. Anunciado durante a conferência da Microsoft na E3 2017, Anthem é a nova aposta da Bioware. O estúdio responsável por Mass Effect e Dragon Age é bastante famoso por seus longos RPGs com histórias complexas, bastante influenciadas pelas escolhas do jogador, mundos incríveis e relacionamentos entre os personagens. Também tem bastantes personagens LGBTQ em seus jogos, uns mais polêmicos do que outros. E apesar de seu deslize no seu mais recente jogo, Mass Effect Andromeda, há muitas razões para esperar que Anthem seja um puta jogaço.

Primeiro que só de ver o trailer de anúncio do jogo você já percebe como este mundo será imenso e rico em detalhes. Neste universo você é um mercenário que aceita todo tipo de missão e explora este espaço alienígena, enfrentando a fauna local e o que mais precisar com trajes robóticos chamados de Javalin. Cada Javalin tem uma particularidade que torna eles especiais, mas é impossível não se sentir o próprio Homem de Ferro utilizando qualquer um deles. Só voar pelas florestas do jogo já parece divertido, enquanto com seus amigos caça alienígenas gigantes, só pode ser ainda melhor. Apesar de ter sido apresentado na conferência da Microsoft, Anthem chega este ano em algum momento para PC, Xbox One e PS4.