Uma senha sera enviada para seu e-mail

Life is Strange: Before the Storm, de modo geral, foi um jogo bastante emotivo, que explora relações familiares muito sensíveis de um modo bastante intimista. O terceiro – e último episódio do jogo – traz o desfecho de todos os arcos pendentes até aqui, ao mesmo tempo que introduz e desenvolve uma saudável reflexão sobre segredos e família. Inferno Vazio é o desfecho perfeito para uma história bastante impactante, mas a falta de interação notável no episódio pode incomodar em diversos momentos.

Os Ambers são praticamente uma alegoria para levantar a discussão sobre o valor da verdade

Que a verdade seja dita

O segundo episódio de Before the Storm terminou com uma revelação bombástica sobre a família Ambers e Inferno Vazio se desenvolve completamente em cima disso. Rachel assume o holofote e todas as cenas, até mesmo as que não participa, se tornam sobre ela em algum momento. É interessante como isto é utilizado intencionalmente ao longo do jogo para reforçar o peso emocional da decisão final.

Como todo bom capítulo final, Inferno Vazio tem um grande cuidado em amarrar todas as pontas soltas deixadas pelo episódio anterior. Enquanto ele segue desenvolvendo o drama da família Ambers, as outras sub-tramas vão se encaixando no enredo principal. Às vezes de maneira bem orgânica, com conclusões honestas e satisfatórias. Outras nem tanto, apresentando conclusões apressadas e simplórias, apenas servindo de alegoria para o show final. A todo momento, entretanto, as sub-tramas trabalham a favor da temática do episódio: questionar o valor da verdade.

É melhor dizer a verdade, não importa o sofrimento que isto cause; ou a mentira pode ser um caminho mais humano para proteger aqueles que você ama? Sob a lente desta pergunta capciosa podemos verdadeiramente entender o significado por trás das tramas que pareciam mais deslocadas até agora. Isso fica mais evidente com o arco de William, pai de Chloe, que ganha um novo significado servindo de ponte emocional entre os dilemas pessoais de Chloe e Rachel. Este arco acaba ressonando perfeitamente não só com a tese do episódio, mas também com o próprio título – Inferno Vazio.

A escala dos estragos de uma pequena mentira pode ser imensurável

Todas as estrelas estão mortas

Bate-boca, principal nova mecânica de Before The Storm, quase não é utilizado neste episódio. Mas olha… Quando ele aparece é de arrepiar a espinha tamanha a genialidade da cena. Chloe está encurralada e precisa chamar a polícia sem que seu agressor perceba. Podia ser mais uma cutscenes sem a mínima interação do jogador, mas os desenvolvedores resolveram aproveitar a oportunidade para subverter a ideia do sistema de bate-papo e surpreender o jogador. O objetivo não é mais sobrepor seu adversário com ofensas, como em outros episódios. Desta vez, você deve passar informações para polícia sem ser notada e o resultado é bem impactante. Foi um uso bastante criativo de um sistema que não foi tão utilizado quanto merecia.

No final, o último episódio de Life is Strange: Before the Storm é elegante como uma dissertação bem escrita. Como uma dissertação, Inferno Vazio apresenta uma tese principal em seu tema e a suporta utilizando pequenas escolhas e metáforas espalhadas pelo jogo como argumento. Cada pequena escolha do jogador acaba servindo de argumento para convencer o mesmo do que deve fazer quando chega o momento da decisão final.

Apesar de todos seus momentos de brilho, é difícil não sentir que a história de Before the Storm terminou de um jeito muito corrido e abrupto. Para terminar a história em apenas três episódios, os escritores tiveram que usar mão de soluções bem forçadas para resolver alguns conflitos mais complexos da história, como a situação familiar e escolar de Chloe que se resolvem como mágica. A sensação é de que a história não teve tempo de crescer. Algumas coisas simplesmente aconteceram e se resolveram, sem apresentar um devido desenvolvimento. A história certamente se beneficiaria de mais um ou dois episódios.

Chloe com pintou uma mecha

O brilhantismo de Before the Storm é manchado por decisões de negócio

Conclusão

Inferno Vazio em si é um episódio fenomenal para um jogo emocionalmente poderoso. O episódio levanta questionamentos morais intrigantes e trabalha bem as nuances cinzas para um jogo que constantemente te pede para escolher entre preto e branco.

Before the Storm como um todo, no entanto, apresenta uma envolvente história de amor adolescente que foi concluída cedo demais por burocracias que fogem do controle dos desenvolvedores. Os desfechos de algumas sub-tramas podem deixar um gosto amargo de que podia ter sido melhor desenvolvido, mas fica até difícil sentir o amargo em um jogo com um doce tão forte de personagens complexos e sentimentos verdadeiros. Before the Storm é um jogo obrigatório para qualquer um que tenha gostado do Life is Strange original.

Life is Strange : Before the Storm - Inferno Vazio (XONE, PS4 e PC)
Tema é reforçado em cada escolhaMúsica ajuda a dar o tom da tramaÓtimo uso das habilidades de Chloe
Algumas tramas tem conclusão insatisfatóriaBate-boca subutilizado mais uma vez
9.2Lacrou!
Votação do leitor 1 Voto
9.8